REGIÃO DAS MISSÕES NÃO ENTROU COM PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO PARA MUDAR A COR DA BANDEIRA

REGIÃO DAS MISSÕES NÃO ENTROU COM PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO PARA MUDAR A COR DA BANDEIRA

17 de agosto de 2020 0 Por admin

Em reunião realizada no sábado (15), os prefeitos da região missioneira, discutiram qual seria posição regional com relação a bandeira vermelha apresentada no mapa da rodada de distanciamento controlado da sexta-feira.

Depois de analisarem os dados levantados, os prefeitos participantes da reunião, concordaram que a região das Missões (R11), não apresente recurso para alteração da bandeira por não existir números, dados e projeções diferentes dos apresentados pelo estado. O novo decreto estadual flexibilizou na bandeira vermelha algumas situações e cada município estará adequando seus decretos, com as alterações previstas neste novo modelo, exceto aqueles que possuem condições de em recurso individual manter as restrições da bandeira laranja.

Com exceção de Caibaté, Dezesseis de Novembro, Eugênio de Castro, Garruchos, Guarani das Missões, Mato Queimado, Pirapó, Porto Xavier, Rolador, Roque Gonzales, São Pedro do Butiá, Sete de Setembro, Ubiretama, Vitória das Missões, que já podem adotar os protocolos da bandeira laranja, por não terem registrado óbito ou hospitalização de moradores nos últimos 14 dias.

A classificação definitiva sai na segunda-feira (17) e caberá aos municípios publicarem decretos regulamentando o funcionamento das atividades sob a bandeira vermelha.

O Presidente da AMM, Prefeito Ademir Gonzatto, salientou que é extremamente importante reforçar as ações de prevenção ao coronavírus, nos 26 municípios que fazem da AMM, especialmente informando a população que não relaxem no uso de máscaras, cuidados de higiene, que evitem aglomerações e só saiam de casa aqueles que realmente precisam.

Na próxima terça-feira, 18 de agosto, será realizada uma reunião com a participação dos prefeitos, secretários municipais de saúde e assessorias jurídicas para tratar sobre a co-gestão, proposta pelo governo do estado neste novo decreto estadual, outro assunto que estará em pauta, para discussão, será a retomada das aulas presenciais.

 

Publicado em 16/08/2020
Por Izabel Cristina Ribas de Freitas

Fonte:Associação dos Municípios das Missões