Mudança climática provoca aumento de monitorados por síndrome gripal

Mudança climática provoca aumento de monitorados por síndrome gripal

24 de julho de 2020 0 Por admin

Com a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) o termo síndrome gripal passou a fazer parte do cotidiano das pessoas de maneira mais intensa. O termo síndrome gripal está associado a um conjunto de sintomas ligados às gripes e resfriados.
Nesta quinta-feira (23), a atualização dos dados da Comissão de Vigilância Epidemiológica de Prevenção e Combate à Covid-19 aponta para o aumento de casos monitorados por síndromes gripais em virtude da estação de inverno e das frequentes mudanças climáticas neste período. Nos últimos dez dias, foram 154 pessoas que passaram a ser monitoradas em isolamento domiciliar, elevando o número total para 335 casos acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS).
Desde o início do monitoramento, em quatro meses, foram 1.929 pessoas que já deixaram o isolamento social no município, do total de 2.264 pessoas monitoradas pela Comissão de Saúde.
O secretário municipal de Saúde, Luís Carlos Cavalheiro, explica que a depender da intensidade dos sintomas da gripe, ela pode desencadear um quadro clínico de outra doença respiratória, por isso, seguindo as determinações do Ministério da Saúde, as pessoas são orientadas a permanecer em suas residências em isolamento social pelo período de 14 dias. “Nesse momento de pandemia, ir a um hospital pode representar um risco maior. Por isso, o aconselhável é permanecer em repouso domiciliar, com medicação e prestando atenção na evolução de cada caso”, explica.
A COMISSÃO
A Comissão é composta por oito enfermeiras, dois médicos e duas estagiárias, e disponibiliza o serviço de informações e atendimento Plantão – Covid 19, durante 24 horas, que atende a comunidade santo-angelense pelo telefone e Whatsapp, nos seguintes números: 99714-4220 ou 99709-9904.

Texto/foto: Rodrigo Bergsleithner

 

Fonte: Prefeitura Municipal de Santo Ângelo