Obras da rede de esgoto chegam a 10 quilômetros de extensão

Obras da rede de esgoto chegam a 10 quilômetros de extensão

3 de agosto de 2018 0 Por prefeiturasa

Investimentos na ampliação do esgotamento doméstico em Santo Ângelo somam R$ 6,65 milhões ligando mais de 2.840 unidades habitacionais

Uma comitiva integrada pela superintendência da CORSAN, Ministério Público Estadual (MP/RS) e Governo Municipal esteve em vistoria às obras de ampliação da rede coletora de esgoto doméstico em Santo Ângelo, na tarde desta quinta-feira, 02. A CORSAN mantém em andamento na cidade, a ampliação de aproximadamente 9,5 quilômetros, investimentos que somam R$ 6,5 milhões, ligando 2.790 residências à rede; além de obras de substituição de tubulação totalizando 500 metros, orçadas em cerca de R$ 150 mil para a ligação à rede de esgoto de 50 unidades habitacionais.

O aumento na capacidade de coleta e tratamento do esgoto sanitário doméstico de Santo Ângelo é o grande objetivo das obras em execução. Atualmente em torno de 20% do esgoto é tratado e conectado ao sistema no município e a previsão é de que com a conclusão destas novas instalações o tratamento alcance o percentual de 35%. “Tramitam vários inquéritos no Ministério Público que dizem respeito justamente à questão do esgotamento doméstico e estas obras contemplam algumas destas situações”, afirmou a promotora da Justiça Especializada de Santo Ângelo, Paula Mohr, em visitação aos trabalhos, integrando a comitiva juntamente com o prefeito Jacques Barbosa, vice-prefeito Bruno Hesse, Francisco da Silva Medeiros, secretário do Meio Ambiente; o superintendente da CORSAN João Batista Corin e o gerente da Unidade local, Araken Maicá.

O Governo Municipal, por sua vez, cobra celeridade e exige da companhia o cumprimento das cláusulas contratuais celebradas em 2010, em que a CORSAN assumiu o compromisso de, até o ano de 2020, tratar 40% do esgoto doméstico.

CORSAN

O superintendente regional da companhia, João Batista Corin, disse que o atual sistema tem 29% de rede em frente às residências, no entanto, 9% ou 2.200 delas não estão conectadas ao sistema de esgotamento, por isso, em conjunto com o Ministério Público, a CORSAN lançou a Campanha Ligue-se à Rede, incentivando estas ligações.

Foram vistoriadas as obras de novas redes na Rua Odão Felippe Pippi que atenderá duas mil famílias no condomínio Romeu Goulart Loureiro e no Bairro Pilau, onde estão sendo investidos R$ 2.543.456,71 em 2.970 metros de extensão; na Rua Damásio Gomes de Castro, no Bairro Menges, com a construção de 6.580 metros, orçada em R$ 4 milhões, para 790 ligações; e na Rua 25 de Julho, entre a Avenida Venâncio Aires até o emissário localizado às margens do Rio Itaquarinchim, com a substituição de 500 metros da rede coletora, no valor de R$ 150 mil.

Fotos: Fernando Gomes