Secretário de Obras deixa o cargo e apresenta resultados à comunidade

Secretário de Obras deixa o cargo e apresenta resultados à comunidade

2 de agosto de 2018 0 Por prefeiturasa

Diórlan Zanetti vai atuar na iniciativa privada. Como secretário, implantou e deixa encaminhado projetos inovadores para Santo Ângelo

O engenheiro civil Diórlan Zanetti se despediu nesta terça-feira, 31, da titularidade da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos (SMOSU), cargo pelo qual respondeu nos últimos 19 meses, onde desenvolveu ações, projetos e programas inovadores para Santo Ângelo. Ele discorreu sobre as principais ações que desenvolveu a frente da SMOSU e pontuou que deixa o Governo Municipal para cuidar dos negócios da família na área da construção civil. “Estou encerrando um ciclo, deixo a vida pública para ser mais um empreendedor que acredita em Santo Ângelo. Nesses 19 meses senti na pele a necessidade das famílias mais carentes e tive a felicidade de auxiliar na resolução de problemas que transformaram a vida destas pessoas. Acredito ter contribuído com Santo Ângelo e cumprido meu papel no serviço público com empenho e zelo”, assinalou.

Entre as ações destacadas, está a informatização de setores da secretaria, o planejamento para a modernização do sistema de iluminação pública, ampliação da rede de drenagem pluvial e a celeridade às obras de asfaltamento de ruas da cidade por meio do Pró-Transporte.

Diórlan Zanetti, sob a supervisão do prefeito Jacques Barbosa, também contabilizou o encaminhamento de inúmeros projetos estruturantes junto ao Governo Federal. Em 2017, primeiro ano de gestão, Santo Ângelo foi o município que mais cadastrou projetos junto ao Ministério da Integração Nacional, contemplando diferentes setores. Além de outros projetos, como o protocolado na Defesa Civil Nacional, de R$ 5 milhões, destinados às obras de substituição e melhorias na rede de drenagem pluvial com mais de seis quilômetros de extensão.

PAVIMENTAÇÃO

Diórlan destaca que, como prioridade do Governo de Inovação, a Secretaria de Obras deu celeridade às obras do Pró-Transporte de asfaltamento na cidade, além de executar muitas pavimentações com recursos próprios do município e oriundos de emendas parlamentares, somando 131 quadras de asfaltadas, e prospectados mais 25 quilômetros, cujos projetos aguardam recursos do Governo Federal.

O secretário também deixa vários projetos de calçamento com pedras poliédricas que já estão aprovados nas instâncias competentes, aguardando apenas a liberação dos recursos pela instituição financiadora.

ILUMINAÇÃO PÚBLICA

O engenheiro atuou com muita ênfase na discussão e planejamento de um novo modelo para o sistema de iluminação pública de Santo Ângelo. “Com a implementação do projeto, o município entre definitivamente em uma nova era, instalando o sistema com iluminação LED, com eficiência, economicidade e ambientalmente correto. Em curto prazo o centro, as principais vias de acesso à cidade e as praças estarão recebendo estes equipamentos”, informou Diórlan. De acordo com o secretário, o sistema LED de iluminação que será implantado em Santo Ângelo é mesmo seguido por Belo Horizonte, a terceira maior cidade do país que, por meio de Parceria Público Privada (PPP), terá a consolidação da rede LED de toda a cidade até 2020.

Outro ponto crítico de atuação do secretário foi à informatização do registro de solicitações para manutenção do sistema de iluminação pública da SMOSU. Segundo ele, os registros eram feitos manualmente, em cadernos ou bilhetes. “Com a informatização do sistema, temos a noção real das demandas e podemos programar o serviço de manutenção por localidades, otimizando o deslocamento das equipes, economizando tempo e recursos do município. Com esta padronização, foi possível descobrir que as equipes de reparo não estavam dando conta do volume de serviço. Para suprir esta demanda, por meio de licitação, contratamos uma equipe de apoio para dar mais celeridade aos reparos e manutenções da rede de iluminação pública de Santo Ângelo”, informou Diórlan. Para ele, esta nova equipe irá atender a demanda reprimida e todos os pedidos registrados no sistema, serão atendidos de acordo com a necessidade e em curto espaço de tempo.

DRENAGEM

O trabalho da Secretaria de Obras durante a titularidade de Diórlan Zanetti, por determinação do prefeito Jacques Barbosa, atacou de frente os problemas crônicos da rede de drenagem pluvial do município. Foram investidos recursos próprios do município e do Fundo de Gestão Compartilhada em Saneamento, para a execução de aproximadamente dois quilômetros de novas redes de drenagem. Ainda em andamento, uma das obras destacadas pelo engenheiro é a construção de 572 metros de drenagem no Bairro Vera Cruz.

FÁBRICA DE CONCRETO

Um dos projetos elaborados pelo secretário e que tramita no Ministério Público Estadual é a implantação de uma Fábrica de Artefatos de Concreto junto ao Presídio Regional de Santo Ângelo para o aproveitamento da mão de obra prisional em contrapartida à ressocialização dos detentos. A proposta será desenvolvida em parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente e com URI, por meio de um projeto inovador, que substitui a areia por resíduo industrial, gerando economia e o reaproveitamento de um material que seria descartado, para a confecção de tubos pluviais, meios fios, pavers, blocos, floreiras entre outros.

CEMITÉRIOS

Diórlan também destaca a instalação de software para a gestão dos cemitérios do município. “Estamos cadastrando todos os registros existentes e papeis e pastas, documentos muito antigos, e os transferindo para um banco de dados virtual. Os dados estão sendo compilados no sistema, reorganizando toda a informação contida. Será um facilitador para operações futuras”.

Fotos: Fernando Gomes/Arquivo