Executivo sanciona lei para políticas de educação ambiental

Executivo sanciona lei para políticas de educação ambiental

20 de julho de 2018 0 Por prefeiturasa

Em ato contínuo prefeito Jacques entrega à Secretaria do Meio Ambiente recebe dois novos veículos para as áreas de fiscalização e saneamento

Em cerimônia realizada no Gabinete do Executivo, na presença de autoridades da área do meio ambiente, o prefeito Jacques Barbosa sancionou nesta semana, a Lei 4.233 que institui em Santo Ângelo as diretrizes para o desenvolvimento e implantação de políticas públicas para a educação ambiental. A partir da sanção, o Governo Municipal tem 180 dias para apresentar à sociedade local, um plano de trabalho envolvendo as instituições públicas e privadas de ensino.

Na solenidade, o prefeito defendeu o envolvimento de alunos da rede pública municipal de educação na formação de uma patrulha ambiental e a implantação de projeto semelhante ao Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (PROERD), desenvolvido pela Brigada Militar, porém com foco na educação ambiental.

O autor da proposição, vereador Maurício Loureiro, revela que o projeto apresentado ao Executivo é fruto de ampla discussão com órgãos públicos, entidades, profissionais ligados à área e ambientalistas, de onde se apurou a necessidade de uma política de educação ambiental a partir da escola. “Hoje vivemos uma situação de papeis inversos: os filhos cada vez mais ensinam os pais com o que aprendem na escola em se tratando de prevenção e conscientização em diversas áreas, como o respeito no trânsito, por exemplo. Por isso, nossa convicção de que a educação ambiental deve iniciar em sala de aula”, defendeu o vereador.

O vereador justifica a lei como estimuladora para o desenvolvimento de ações educativas, compartilhando informações e o debate referente às questões ambientais, especialmente à poluição, descarte correto dos resíduos, uso e ocupação do solo, às atividades agrícolas, industriais e outras. “O processo formativo deve ser permanente, desenvolvendo consciência ambiental e ações que levem à reflexão sobre o meio ambiente”, argumentou Maurício.

O secretário do Meio Ambiente, Francisco da Silva Medeiros, declarou que a lei está em sintonia com o programa de governo da atual gestão, enriquece as campanhas educativas desenvolvidas e fortalece o trabalho realizado para a conscientização e preservação ambiental junto à sociedade santo-angelense.

NOVOS VEÍCULOS

Logo após a solenidade realizada no Gabinete do Executivo, o prefeito Jacques Barbosa, o vice-prefeito Bruno Hesse, a promotora de Justiça Especializada de Santo Ângelo, Paula Mohr, o gerente da unidade local da CORSAN, Araken Maicá, e o vereador Mauricio Loureiro entregaram as chaves de dois veículos novos para uso da Secretaria do Meio Ambiente.

Conforme o secretário Medeiros, os veículos foram adquiridos com recursos do Fundo de Gestão Compartilhada em Saneamento e contrapartida do município. Os automóveis foram lotados nos departamentos de Fiscalização Ambiental e de Saneamento, permitindo mais agilidade na prestação dos serviços para a comunidade.

Também participaram dos atos, os servidores da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, o professor da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) Campus Cerro Largo, Mário Wolks, que desenvolve projeto em conjunto com o Governo Municipal, o secretário municipal de Educação Valdemir Roepke, a secretária interina da Assistência Social, Trabalho e Cidadania, Valdeci Braga e a presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Ijuí, Lorete Flores.

Fotos: Fernando Gomes