Secretaria de Habitação realiza ação conjunta de prevenção à dengue

Secretaria de Habitação realiza ação conjunta de prevenção à dengue

13 de julho de 2018 0 Por prefeiturasa

Trabalho foi realizado com os agentes da Vigilância Epidemiológica e atendeu 138 famílias no Residencial Jardim

A Secretaria Municipal de Habitação realizou na quinta-feira, 12, em conjunto com os agentes da Vigilância Epidemiológica uma ação de prevenção a dengue no Bairro Residencial Jardim. O trabalho foi realizado por meio do Projeto Social de Urbanização, Regularização e Integração de Assentamentos Precários.

O Residencial Jardim é um local em que vivem famílias de reassentamento dos bairros Castelarin, Fava, Meller Norte e Vier que residiam em Áreas de Preservação Permanente (APP). No local vivem 138 famílias e as mesmas receberam da equipe epidemiológica explicações sobre a prevenção da dengue, material informativo, repelente infantil e adulto e raquete elétrica mata mosquito.

De acordo com o secretário de Habitação, Rodrigo Flores, o trabalho tem como objetivo orientar e prevenir focos da dengue. “Sabemos que é inverno, mas, agora é o momento de informar e acabar com qualquer foco de mosquito que exista, para que no verão não tenhamos surtos da doença”, explicou.

O prefeito em Exercício, Bruno Hesse, também esteve presente na ação e elogiou a iniciativa. “Nosso dever como Administração Municipal é de apoiar trabalhos que ajudam a manter o bem estar da comunidade, nós temos esse dever social de ajudar a todos e preservar a saúde pública”, declarou Hesse.

A moradora do residencial, Neide de Oliveira, enalteceu o trabalho da Secretaria de Habitação e dos agentes epidemiológicos. “Está sendo uma boa ação, já que no bairro algumas pessoas não realizam o descarte correto do lixo que acabam acumulando água, principalmente em potes e assim, pode acabar gerando focos da dengue”.

A melhor forma de se evitar a dengue é evitar o acúmulo de água, fator propício para o desenvolvimento das larvas do mosquito transmissor da doença. Para isso, orientam os agentes de combate à dengue, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas de água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

Texto: Isabelle Luft

Fotos: Fernando Gomes