Prática de Bocha Adaptada é realizada por acadêmicos de Educação Física da URI

Prática de Bocha Adaptada é realizada por acadêmicos de Educação Física da URI

28 de junho de 2018 0 Por admin

Estudantes do curso de Educação Física da URI Santo Ângelo participaram, nesta segunda-feira (25), de uma aula prática de Bocha Adaptada. Os alunos da disciplina de Educação Física Inclusiva, do 7º semestre dos cursos de Licenciatura e Bacharelado, receberam a visita do aluno Samuel Menezes Trennepohl, estudante do 3º ano do Instituto Federal Farroupilha – Campus Santo Ângelo, para uma aula demonstrativa da modalidade de bocha adaptada. A coordenação foi do professor doutor Rodrigo José Madalóz, docente da disciplina e professor de Educação Física do aluno Samuel no Instituto.

Os acadêmicos puderam vivenciar a modalidade paraolímpica, que é adaptada para deficientes com paralisia cerebral, distrofia muscular progressiva, acidente vascular cerebral, disfunção motora progressiva, entre outras. O aluno Samuel pratica bocha adaptada nas aulas de educação física no Instituto Federal Farroupilha, além de boliche adaptado e outras atividades com sua turma.

O esporte é parecido com o convencional, tendo algumas adaptações. É praticado por pessoas sem deficiência, o objetivo é encostar o maior número de bolas na bola alvo, de cor branca, chamada jack ou bolim. Os atletas são classificados de acordo com o grau de comprometimento motor ou limitação, divididos em classes. Os jogadores podem usar suas mãos, pés e cabeça como auxiliares, e até mesmo um assistente, chamado calheiro que se utiliza de uma calha para auxiliar na rolagem da bocha”, explica o professor Rodrigo.