Governo Municipal retoma projeto Baú da História

Governo Municipal retoma projeto Baú da História

25 de junho de 2018 0 Por prefeiturasa

Estabelecimentos comerciais, escolas e instituições podem ter acesso à coletânea de livros raros que contam a história da região
O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Cultura, retomou o projeto “Baú da História” que faz parte do Programa de Educação Patrimonial do Município, criado em 2008 pela professora Bedati Finokiet.
O projeto consiste na itinerância de um baú em madeira, contendo 34 obras – entre livros adultos e infantis, encartes, revistas, DVDs e CDs, produzidos por artistas, historiadores, pesquisadores e jornalistas – que possibilitam aos leitores, acesso a informações sobre a chegada dos jesuítas; a expulsão dos índios; passando pelo repovoamento – feito pelos goianos e paulistas; a chegada dos imigrantes; a colonização; a industrialização e a chegada da ferrovia na região.
Na manhã da quinta-feira, 21, o responsável pelo Arquivo Histórico Municipal Augusto César Pereira dos Santos e coordenador do projeto, Paulo Menezes, e o servidor Lennon Freitas, levaram o Baú até o Instituto Estadual de Educação Odão Felippe Pippi.
Conforme Menezes, a comunidade pode solicitar, ao Arquivo Histórico, a visita do projeto. “O baú permanece durante um tempo predeterminado, de acordo com a demanda, em residências, estabelecimentos comerciais, escolas e instituições, oportunidade em que a comunidade pode acessar obras raras que ajudam a contar a nossa história”, explica.
Para a secretária Municipal da Cultura, Neusa Cavalheiro, esta é mais uma ação de valorização da memória e de democratização da cultura, visto que o baú conta com obras que apresentam ilustrações de edificações não mais existentes, relatos e explicações sobre a vida na região Missioneira. “Temos uma histórica riquíssima. É importante que a comunidade a conheça, em todas as suas fases, e se reconheça neste processo. Além disso, ainda preparamos os cidadãos para receber os turistas”, declara Neusa.
Ficou interessado no projeto? Então, entre em contato com o Arquivo Histórico: (55)3313-6321 ou [email protected]