Casa montada com material reciclável é atração no Centro de Cultura

Casa montada com material reciclável é atração no Centro de Cultura

14 de junho de 2018 0 Por prefeiturasa

Edificação em madeira, seus móveis e utensílios são resultados da recuperação de objetos jogados pela população santo-angelense no meio ambiente

Está aberta à visitação a Mostra de Educação Ambiental e Espaço Interativo “Nos Caminhos do Lixo”, durante todo o mês de junho, no hall do Centro Municipal de Cultura. A exposição, que integra a programação da Semana Municipal do Meio Ambiente, foi aberta oficialmente na manhã desta quarta-feira, 13, pelo prefeito Jacques Barbosa e demais autoridades do município, e expõe uma casa em madeira, com seus móveis e utensílios completamente construída e mobiliada com materiais coletados do lixo depositado em locais irregulares pela população de Santo Ângelo.

“A casa e o mobiliário foram feitos com objetos recolhidos em locais impróprios para o depósito de resíduos. Muitos foram reutilizados, reaproveitados, restaurados e outros construídos, como as mesas de paletes, pela equipe de servidores. Portas, janelas e outros objetos em desuso, foram encontrados às margens do Rio Itaquarinchim e até mesmo em canteiros das ruas centrais da cidade, mas agora estão dando vida e forma a esta mostra que tem a finalidade de conscientizar a população sobre o descarte correto e a separação adequada do lixo”, afirmou Francisco da Silva Medeiros, secretário municipal do Meio Ambiente.

SOLENIDADE

Na cerimônia de abertura da Mostra, o prefeito Jacques Barbosa destacou o lançamento da campanha permanente de conscientização sobre a importância da separação correta do lixo pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA) e o trabalho de acompanhamento do Ministério Público nas ações relacionadas ao meio ambiente. Jacques também afirmou em sua manifestação, que técnicos estão trabalhando em projetos ambientais para a recuperação do aterro sanitário de Santo Ângelo que, nos últimos anos, não recebeu o trabalho de manutenção devido e tem representado um custo muito alto para os cofres do município.

Na presença de um grupo representativo de professores e alunos das escolas municipais Orlando Sparta de Souza e Mathilde Ribas Martins, e da rede estadual, da Unírio Carrera Machado e Odão Felippe Pippi, o prefeito lembrou que a Semana do Meio Ambiente deste ano remete a sociedade à reflexão sobre o aproveitamento do lixo e a responsabilidade ambiental de cada um.

Após o ato solene, autoridades e convidados assistiram a um documentário da Secretaria do Meio Ambiente sobre a coleta seletiva de lixo em Santo Ângelo, informando aos presentes sobre a atual situação e os projetos futuros para reduzir custos com os serviços prestados à comunidade.

Logo em seguida, a apresentação do espetáculo “As aventuras de Fortúnio”, interpretados pelos atores Gerson Fontana e Maristela Maraska, do Grupo A Turma do Dionísio. A peça teatral retratou a história de Fortúnio, um catador de lixo que conhece Rosamaria, uma vendedora de doces. Mas para conquistar sua amada, Fortúnio terá que enfrentar Sarmento, o Rei do Lixo. A abordagem do espetáculo encantou crianças e adultos, com uma declaração de amor ao meio ambiente.

PRESENÇAS

Também participaram da abertura da Mostra de Educação Ambiental e Espaço Interativo “Nos caminhos do lixo”, o presidente da Câmara de Vereadores Everaldo Oliveira; a secretária de Cultura Neusa Cavalheiro; a promotora de Justiça Especializada de Santo Ângelo, Paula Mohr; a primeira-dama Juliana Barbosa; Araken Maicá, gerente da unidade local da CORSAN; o diretor da SEMMA, Antônio Cardoso; a presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Ijuí e representante da direção do Campus da URI Santo Ângelo, Maria Lorete Flores; e Adair Tomazzi, secretário da Associação de Reciclagem e Educação Ambiental Ecos do Verde; demais representantes do Governo Municipal, entidades de classe, empresariais, comunitárias e ambientais.

SEMANA DO MEIO AMBIENTE

Com o slogan “Pequenos gestos, toneladas de diferença!”, a Semana Municipal do Meio Ambiente tem neste ano sua temática relacionada aos resíduos sólidos e vem desenvolvendo uma série de ações para conscientização da população quanto a separação correta do lixo destinado à coleta seletiva e exposições que mostram diferentes usos para os materiais recicláveis.

Além da exposição lançada no Centro de Cultura, o Museu Municipal Dr. José Olavo Machado, sedia a Mostra “Vidas e formas”, até 15 de julho, apresentando criações do artesão Jair Amaral da Silva, transformando sucata de ferro em verdadeiras obras de arte.

A Semana do Meio Ambiente é promovida pelo Governo Municipal, por meio da SEMMA, e tem a parceria da Secretaria de Cultura; Fundo de Gestão Compartilhada em Saneamento; CORSAN; Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente – CONDEMA; URI Santo Ângelo; Ministério Público do Estado do Rio Grande do Sul; Associação de Reciclagem e Educação Ambiental Ecos do Verde; e Grupo Escoteiro Medianeira.

Fotos: Fernando Gomes