Acadêmicos de Direito da CNEC Santo Ângelo realizam visita orientada à Delegacia da Polícia Federal

Acadêmicos de Direito da CNEC Santo Ângelo realizam visita orientada à Delegacia da Polícia Federal

17 de maio de 2018 0 Por admin

Na ocasião, os acadêmicos participaram de uma palestra com o Delegado Fernando de Sousa Oliveira acerca das variadas e relevantes atribuições da Polícia Federal

Cumprindo atividade da disciplina de Prática Jurídica – Estágio II, na tarde de terça-feira, 15 de Maio, um grupo de acadêmicos do 7º período do curso de Direito da CNEC Santo Ângelo, acompanhados pelo professor Marcelo Ataíde Bochi, realizou uma visita orientada às dependências da Delegacia da Polícia Federal de Santo Ângelo.

Segundo o professor Marcelo Bochi, “esta é a primeira de um conjunto de visitas que ocorrerão ao longo do Estágio II e III e que poderão culminar numa excursão a órgãos ligados ao Direito na Capital do Estado no próximo semestre, como Tribunais de Justiça Federal da 4ª Região e do Trabalho, acompanhando sessões de julgamento; Instituto Psiquiátrico Forense (IPF); e até Presídio Central, a fim conhecermos de perto e desmistificarmos certas situações”, destaca o professor.

A comitiva da Faculdade foi muito bem recepcionada pelo Agente Fabiano Thomas, egresso da Faculdade CNEC, e manteve contato com outros agentes e funcionários dos diferentes setores, como NUARM (encarregado da expedição do registro e do porte de armas), Serviços de Estrangeiro e Passaportes, Comissão de Vistoria e Produtos Químicos (que, dentre outros, fiscaliza a vigilância bancária). Ao final, os acadêmicos participaram de uma palestra com o Delegado Chefe, Fernando de Sousa Oliveira, acerca das variadas e relevantes atribuições da Polícia Federal.

POLÍCIA FEDERAL

A Polícia Federal foi instituída por lei como órgão permanente, organizado e mantido pela União, estruturado em carreira, com acesso mediante concurso público, destinando-se a:

– apurar infrações penais contra a ordem política e social;

– apurar infrações penais praticadas em detrimento de bens, serviços e interesses da União ou de suas entidades autárquicas e empresas públicas;

– apurar outras infrações penais cuja prática tenha repercussão interestadual ou internacional e exija repressão uniforme, segundo se dispuser em lei;

– prevenir e reprimir o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins;

– prevenir e reprimir o contrabando e o descaminho, sem prejuízo da ação fazendária e de outros órgãos públicos nas respectivas áreas de competência;

– exercer as funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras;

– exercer, com exclusividade, as funções de polícia judiciária da União.

A Polícia Federal recebe o carinho e o respeito da população, figurando há muito no rol das instituições mais respeitadas por atuações em operações como a Lava Jato, que encerra forte combate à corrupção.