Município reduz em quase R$ 1 milhão os gastos com manutenção da frota

Município reduz em quase R$ 1 milhão os gastos com manutenção da frota

10 de abril de 2018 0 Por prefeiturasa

Segundo levantamento da Secretaria da Fazenda, despesas com veículos leves e pesados caíram 50,68% em 2017 num comparativo a 2016

A austeridade com os gastos públicos adotada pelo Governo Municipal logo nos primeiros meses de gestão, exercendo um rígido controle na execução dos serviços e revisando contratos com prestadores de serviços, gerou uma economia de quase R$ 1 milhão aos cofres públicos, somente no setor de manutenção da frota de veículos leves e pesados.

Conforme relatório apresentado pelo Departamento de Manutenção e Controle de Frota (DMCF) ao prefeito Jacques Barbosa, as despesas caíram de R$ 1.936.090,90 em 2016, último ano da gestão anterior, para R$ 954.913,46, no primeiro ano do Governo de Inovação, o que representa uma economia de R$ 981.177,44, ou 50,68% de redução de gastos em consertos, reparos, reposição de peças e aquisição de pneus para os veículos leves e pesados, entre máquinas e equipamentos.

O prefeito destaca que a redução de gastos é resultado do acompanhamento in loco do DMCF nos orçamentos para a manutenção, do rigor na utilização de veículos oficiais e do trabalho de conscientização e orientação desenvolvido pela Unidade Central de Controle Interno – UCCI – e pelo Departamento de Controle de Frota junto aos servidores do quadro para os cuidados com os veículos da municipalidade. “Este é o resultado do comprometimento da equipe de Governo e dos servidores do quadro com a austeridade financeira e que traz economia para os cofres públicos, recursos que estão sendo investidos em obras e serviços para a população”, afirmou Jacques.

NÚMEROS

Foram gastos em 2016, R$ 1.343.226,30 – média mensal de R$ 111.935,52 – na manutenção da frota de veículos pesados, incluindo máquinas e equipamentos. Em 2017, a despesa caiu para R$ 732.909,31. Em relação à frota de veículos leves, a queda nas despesas também foi bastante expressiva, chegando a 62,55%, reduzindo de R$ 592.864,62 em 2016 para R$ 222.004,15 no ano passado.