Canto Missioneiro anuncia as músicas classificadas na Fase Local

Canto Missioneiro anuncia as músicas classificadas na Fase Local

23 de março de 2018 0 Por prefeiturasa

Festival da Música Nativa abriu na quinta-feira, 22, com as dependências do Teatro Antônio Sepp tomadas por grande público

O prefeito Jacques Barbosa e autoridades gaúchas abriram oficialmente na noite desta quinta-feira, 22, a 11ª edição do Canto Missioneiro da Música Nativa e 10º Canto Piá Missioneiro, com as dependências do Teatro Municipal Antônio Sepp completamente tomadas pelo público.

Na primeira noite de festival, subiram ao palco as 10 músicas selecionadas pelos jurados para a Fase Local e, na mesma noite, foram anunciadas, em ordem aleatória de classificação, as cinco finalistas que defendem o primeiro lugar neste sábado:

Destino de Guitarreiro – letra de Eron Carvalho, melodia e interpretação de Rubilar Ferreira

Em Mates de Espera – letra de Cláudio Reinke, melodia de Carlos Eduardo Maycá e interpretação de Eduardo Maycá

Lembrança, História e Saudade – letra de Milton Berving e Francisco Goulart, melodia de Milton Berving e interpretação de Cláudio Vargas

Nos Laços do Bem Querer – letra de Mário Amaral e José Mauro Ribeiro Nardes, melodia e interpretação de Kerly Mess

Zamba Para as Missões – letra e melodia de Mauro Augusto e interpretação de Armando Maicá e Araken Maicá

SEXTA, DIA 23

Na noite desta sexta-feira, 23 acontece a Fase Geral com a apresentação das 12 músicas concorrentes. Das doze sairão oito composições escolhidas pelos jurados para a grande final de sábado. Os shows do Canto Missioneiro desta sexta-feira estarão por conta da Família München, às 20 horas, e às 22h30min, o cantor nativista Nilton Ferreira.

Já no sábado, 24, dia da grande final desta 11ª edição, às 20 horas, tem apresentação dos músicos das entidades tradicionalistas de Santo Ângelo afiliadas à ASSETRASA e, às 22h30min, show com o cantor Daniel Torres.

SOLENIDADE

A cerimônia de abertura do 11º Canto Missioneiro da Música e 10º Canto Piá Missioneiro contou com a presença do secretário adjunto da Cultura do Rio Grande do Sul, André Kryszczun, no ato representando o governador José Ivo Sartori; do deputado federal Pompeo de Mattos; deputado estadual Eduardo Loureiro, representando a Assembleia Legislativa gaúcha; do produtor cultural do evento, Flávio Schwede; representantes dos patrocinadores culturais do Canto Missioneiro, que foram recepcionados pelas autoridades municipais: prefeito Jacques Barbosa, vice-prefeito Bruno Hesse, presidente da Câmara de vereadores, Everaldo Oliveira, secretária da Cultura e presidenta do evento, Neusa Cavalheiro, Luciano Freitas, coordenador da 11ª edição, além de secretários de Governo e vereadores de Santo Ângelo.

Ao abrir oficialmente o Canto Missioneiro, na noite de comemoração dos 145 Anos de Emancipação Político-Administrativa de Santo Ângelo, o prefeito Jacques Barbosa lembrou a saga de Sepé Tiaraju e do povo guarani, como fonte inspiradora para o santo-angelense e para o próprio governo municipal enfrentar os desafios diários. “É nesta bravura de Sepé e do povo guarani que buscamos forças para vencer as adversidades e batalhar por dia melhores para nossa gente. Neste espelho do passado, vejo refletida a cidade que Santo Ângelo se apresenta hoje: uma referência regional em saúde, em educação, em desenvolvimento econômico, social e humano”, declarou.

Jacques também destacou a importância de comemorar o aniversário de Santo Ângelo com um evento da magnitude do Canto Missioneiro, capaz de transformar o município na capital rio-grandense da música nativa e o Teatro Antônio Sepp em um pavilhão cultural gaúcho. “Longa vida a Santo Ângelo, longa vida ao Canto Missioneiro”, encerrou o prefeito.

O show da noite de abertura ficou por conta do santo-angelense Fábio de Oliveira e Grupo Alma Campesina.

Canto Piá Missioneiro começa neste sábado

A programação do 10º Canto Piá Missioneiro inicia neste sábado, às 18h30min, no Teatro Antônio Sepp, quando dez composições previamente eleitas pelos jurados, nas categorias mirim e juvenil, estarão concorrendo ao título de melhor interpretação. São elas:

CANTO PIÁ- Mirim:

1. Giovana Vieira de Lima (São Gabriel) – A delicada

2. Júlia Almeida (Novo Hamburgo) – Um músico, um poeta

3. Maria Fernanda Costa (Porto Alegre) – Duas asas

4. Murilo Vargas (Santo Ângelo) – Não podemos se entregar pros home

5.  Vitória de Sá Heck (Porto Alegre) – Vento norte

CANTO PIÁ- Juvenil:

1. Carolina Bracht da Veiga (Santo Ângelo) – O perfume do teu poncho

2. Kassia Macedo Costa (Gravataí) – Campo negro

3. Letícia Roennau (Taquara) – Dança dos trigais

4. Manuela Martins de Souza (Porto Alegre) – Pensarolando

5. Maria Eduarda Ferreira Meotti (Santo Ângelo) – Meu Santo Anjo

Fotos: Fernando Gomes