Estado investe mais de R$ 7,7 milhões em obras de esgotamento sanitário na Região Noroeste

Estado investe mais de R$ 7,7 milhões em obras de esgotamento sanitário na Região Noroeste

16 de março de 2018 0 Por admin

Moradores de Erval Seco, Ijuí, Santa Rosa e Santo Ângelo serão beneficiados com obras de esgotamento sanitário. O investimento totaliza R$ 7.717.766,93 e vai levar mais qualidade de vida para cerca de seis mil habitantes das quatro cidades. A ordem de início das obras foi assinada na manhã desta sexta-feira (16), na prefeitura de Ijuí, pelo governador José Ivo Sartori e pelo diretor-presidente da Corsan, Flávio Presser.

“O início das obras simboliza o nosso compromisso com a sociedade gaúcha. Ter coragem de fazer o que precisa ser feito e falar a verdade. Nossa missão é modernizar o Estado, servir às pessoas e promover o desenvolvimento. Precisamos seguir em frente. A Corsan presta um serviço essencial aos gaúchos e esse investimento de mais de R$ 7 milhões vai mudar a realidade de seis mil habitantes”, afirmou Sartori.

O governador destacou que agora é “hora de olhar mais para o que está dando certo. Está na hora de resgatar a autoestima das gaúchas e dos gaúchos. O mundo mudou. As sementes que plantamos estão dando frutos. É hora da colheita!”.

O diretor-presidente da Corsan, Flávio Presser, destacou os resultados positivos da companhia. “Uma empresa sadia, que capta recursos e mantém um ritmo de obras que proporciona qualidade de vida às pessoas”, salientou. Presser informou, ainda, que a ampliação da rede de esgoto vai preservar três mananciais da região: Turvo, Várzea e Ijuí.

O prefeito de Ijuí, Valdir Heck, afirmou que as obras são esperadas há mais de 20 anos. “Quando essas obras estiverem concluídas, Ijuí terá cobertura de mais de 50% de esgoto sanitário”, disse.

IJUÍ, RS, BRASIL 16.03.2018: Ato de assinatura de início de Obras da Corsan nos Municípios de Ijuí, Santo Ângelo, Santa Rosa e Erval Seco. No destaque, o diretor-presidente da Corsan, Flávio Presser. Foto: Karine Viana/Palácio Piratini
Presser informou que a ampliação da rede de esgoto vai preservar três mananciais da região: Turvo, Várzea e Ijuí – Foto: Karine Viana/Palácio Piratini

Confira o que será feito em cada cidade:

Erval Seco

Serão investidos R$ 1.702.849,26 na execução das obras das redes coletoras das Bacias 1 e 2, ramais prediais, estação de bombeamento e linha de recalque do sistema de tratamento de esgoto. A implantação do projeto, junto com a obra da estação de tratamento que já está em execução, elevará o índice de coleta e tratamento de esgotos de zero para 11% na cidade.

O investimento permitirá a preservação de alguns dos mananciais hoje utilizados para captação da água destinada ao abastecimento da população, bem como a diminuição da incidência de doenças por veiculação hídrica. A obra tem recursos do PAC e deve ser concluída em 12 meses, beneficiando 1.095 habitantes. Serão implantados 4.294 metros de redes coletoras.

Ijuí

O investimento de R$ 2.676.877,91 inclui as obras remanescentes das redes coletoras da Bacia 7 (com extensão de 4.460 metros), ramais prediais, estação de bombeamento de esgoto do Parque da Pedreira e emissário por recalque. Os recursos são provenientes do Fundo Municipal de Gestão Compartilhada (FMGC). Serão beneficiados 2.050 habitantes. A previsão de término das obras é de 18 meses.

Santa Rosa

A Corsan investirá, por meio do FMGC, R$ 794.580,05 nas obras de ampliação da rede coletora ( 1.115 metros), linha de recalque, estação de bombeamento e 130 ramais prediais. Com previsão de conclusão em 12 meses, as obras pertencem ao sistema de esgotamento sanitário do bairro Bom Retiro, beneficiando 180 habitantes.

Santo Ângelo

No valor de R$ 2.543.459,71, oriundos do FMGC, as obras incluem a execução de rede coletora, ramais prediais, estação de bombeamento e linha de recalque do bairro Pilau. Serão beneficiados 2.400 habitantes. A previsão de conclusão é de oito meses.

Participaram do ato o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, e os deputados federal Darcísio Perondi e estadual Gerson Burmann.